Meu bem.

Adriele E. da Silva

Fonte: Chuva de meninices

Não, isso não é um post normal. Não, isso não é mais um texto de amor idealizado. Não, isso não é um texto sobre fins ou começos. E não, isso não é um pedido de desculpas. É um texto sobre um sentimento maior que o amor dos livros e filmes. É um desabafo, mas não para vocês, nem para mim. É só algo que meu coração precisava falar antes que todas essas palavras perdessem o sentido, antes que ações tomassem seu lugar.

Meu bem.

Tudo que vou dizer agora, pode ser entendido como um clichê e talvez seja mesmo, afinal o amor é uma daquelas coisas cafonas que não sentimos vergonha, como decoração de Natal e Carnaval, pois o que faz desses momentos e do próprio amor algo tão especial é a cafonice verdadeira. Então, lá vai…

Você é uma das pessoas mais importantes da minha vida, não, não A MAIS importante, pois você me ensinou a valorizar todas as pessoas que realmente importam pra mim e dar para cada uma seu devido valor e espaço no meu coração. Pois é, você nunca quis meu coração todo para você e isso nunca foi algo ruim, pois me ensinou que existem muitos tipos de amor e que todos eles devem ser sentidos.

Você tem um abraço que faz eu me sentir protegida, amada, carinhada e especial. Um abraço que me fez entender o quanto esse gesto não é só um aperto que me deixava sem ar, um abraço que me fez abraçar mais as pessoas, mesmo que ainda me sinta um pouco claustrofóbica e desconfortável.

Você tem lindos olhos verdes que às vezes são azuis e outras vezes cinza. Olhos que mudam de cor, mas que não mudam de verdade, “é só a luz”. Olhos que não mudam de verdade, porque são sempre os mesmos olhos que me prendem, tiram o meu ar e fazem eu te amar mais cada vez que olho para eles. Olhos que me fizeram querer olhar mais nos olhos das pessoas, pois percebi o quanto isso é importante, não apenas algo intimidador. Olhos que me fizeram entender a importância de apreciar as coisas mais simples e bobas da vida, como um pássaro voando, um carro bonito passando, uma pessoa andando apressada na rua ou um grafite empoderador e revolucionário na parede. Seus lindos olhos que mudam de cor me fizeram ver a beleza da vida, mesmo nos dias em que menos quero olhar pra fora dos meus problemas, pois me mostrou que existe um mundo fora de tudo isso que deve ser admirado.

Você tem uma boca linda que fica na altura dos meus olhos, facilitando uma das visões mais lindas que tenho. Uma boca que mesmo ressecada, machucada ou falando besteira, me faz querer passar horas conversando, não apenas para admirá-la, mas para ver, ouvir e sentir tudo que fala, pois consegue falar coisas incríveis, lindas, sinceras, bobas, tristes e felizes de um jeito que só você faz. Uma boca que amo beijar e morder, mas que amo mais ainda quando diz que me ama, que me acha linda, que sou seu bem.

Você conseguiu me mudar, como muita gente diz, mas não do jeito que elas soam quando dizem isso. Você conseguiu me mudar, fazendo eu perceber que vale a pena viver, mesmo que seja pra dizer que não vale a pena. Você conseguiu fazer coisas que ninguém nunca conseguiu a minha vida inteira. Você fez eu me sentir amada de verdade, de uma forma sincera, sem querer nada em troca, amando todos os meus defeitos, mas sempre tentando me fazer melhorar, mas não por você, por mim.

Foi com você que aprendi a deixar meus sentimentos viverem e não só os bons. Graças à você, eu consigo sorrir muito mais e sem vergonha de parecer boba, eu dou gargalhadas altas sem me preocupar com o que vão pensar de mim, eu choro sem ter medo de ser julgada e peço abraços sem medo de acharem que sou uma “menininha carente”, porque sei que isso não é um problema.

E o melhor, você fez tudo isso sem esperar algo em troca, sem esperar receber os créditos por isso, pois no final das contas eu não fiz isso por você, fiz por mim. Porque você me mostrou que posso ser feliz de verdade e que posso fazer isso por mim.

Eu amo tudo que me ensinou e tudo que faz eu sentir, mas principalmente, eu amo te amar, porque sei que esse sentimento deixou de ser só algo superficial e perfeito. Pois com tudo que acontece, eu continuo te amando cada dia mais. E não, não vou listar os defeitos, os problemas, as dúvidas, pois eu sei que elas existem, você sabe que elas existem e nós dois sabemos que nosso amor é muito maior que tudo isso.

Então só quero dizer… Eu te amo, meu bem.

–> Leia esse texto aqui: VOCÊ MUDOU A MINHA VIDA

–> E ouça essa música aqui: Dengo

Anúncios

Ser negra

Potira Caruana

Desde pequena, minha mãe sempre trabalhou comigo a questão de ser uma menina negra em uma sociedade racista, mas ainda sim achava meu cabelo armado demais, sem cachos tão bonitos, meus lábios grandes e meu nariz largo. Com o tempo deixei o relaxamento dos cabelos de lado e passei a usar tranças para que meu cabelo voltasse ao natural, mas ainda assim toda vez que soltava-as não sabia como lidar com ele e por isso me escondi atrás delas por 4 anos, afinal quase parecia uma cabelo liso, eu podia fazer penteados, ficava pra baixo, caia no meu rosto e eu podia até ter uma franja. Na minha formatura do ensino médio eu resolvi me rebelar, fui ao cabeleireiro que deixou o meu cabelo cacheadamente incrível, todos me elogiaram e eu me senti uma princesa de verdade.
Com uma participação mais forte dentro do movimento negro, comecei a amar cada vez mais o volume do meu cabelo, o tamanho dos meu lábios e a largura do meu nariz, a conhecer a minha história e ter orgulho de ser negra!
Sempre que escuto alguma amiga elogiar minha beleza, meu cabelo ou minha boca penso em como eu já sofri por conta deles, de como tive q conquistar uma auto estima que ainda vejo ser algo frágil em mim.
Todas querem ter minha boca, mas não querem sofrer com o genocídio da juventude negra.
Todas querem ter o meu quadril, mas não querem sofrer a violência obstétrica no qual as mulheres negras passam.
Todas amam meu cabelo, mas não querem deixar de arrumar emprego porque o cabelo crespo não é aceito nas empresas.
Ser uma mulher negra é sofrer por diversas violências, sofrer a desigualdade na pele e ainda assim ter q ser forte e colocar seu turbante pra indicar sua resistência.
20 de novembro é dia pra celebrar diversas mulheres negras como Dandara, que foi uma guerreira e lutou para libertar o povo da escravidão.
Ser mulher negra é ir além dos esteriótipos e hipersexualização. É mostrar que pode ser uma bela passista, mas que pode ser uma excelente médica, ser uma incrível cientista, uma engenheira renomada, ser o que quiser ser.

Instagram: @potiracaruana


E siga o blog nas redes sociais: Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Skoob  |  Pinterest  | We Heart it 

BEDA 2017

Equipe Living for Harry

Oi gente!! Eu sei que tá um pouco tarde (São quase meia-noite), mas aconteceram alguns (vários) problemas, então antes tarde do que nunca (Quantas vezes já falei isso aqui e quantas vezes usei parênteses nesse parágrafo?😜). Estou vindo aqui para anunciar que teremos mais um BEDA esse ano!! YAAAAAAAY!! \o/
Pra quem não sabe o BEDA é a versão blog do VEDA, logo teremos posts todos os dias durante o mês de Agosto. Essa não é a primeira vez que fazemos isso e claro que assim como no ano passado, faremos algo bem diferente!
Pra começar teremos duas semanas temáticas, com temas bem diferentes do que já vimos por aí, teremos também participações especiais e…. Uma resenha especial. Quem me segue no Twitter ou está na comunidade da #MLI2017 lá no Amino, viu que eu fiz uma enquete para vocês escolherem um livro para nós lermos em Agosto e o livro campeão terá uma resenha especial no final do mês e claro vocês podem acompanhar nossa leitura pelas redes sociais do blog.
Acho que por enquanto é só isso… Até amanhã, bem mais cedo!!

Beijos Mágicos e Beijos na bunchecha!!

2ª semana da MLI2017 + 1 Semana a mais

Equipe Living for Harry

Oi gente! Mais uma semana se passou, então está na hora de mais um resumo semanal de leituras meu e da Lari. Mas antes, vamos falar sobre a surpresa que o Victor nos contou essa semana, a #MLI2017 vai ter mais uma semana de leitura, logo ao invés de terminar ontem (dia 30), vai terminar dia 05/08 (próximo sábado), para ficar sabendo mais sobre essa semana nova e o 10º desafio da tbr, veja o vídeo do Victor clicando aqui. Além disso, tivemos mais um desafio, dessa vez relacionando livro e música, nós duas participamos desse! Agora vamos falar de leituras! Como eu disse no post da semana passada, eu comecei a ler Em algum lugar nas estrelas, o livo que se encaixava em quase todos os desafios da minha tbr, porém escolhido para o livro com capa azul, na terça-feira e depois de mais algumas crises de dor de cabeça, muita procrastinação e rolês pra aproveitar a última semana de férias, eu consegui terminar ele na quarta-feira. Aí na quinta, comecei a ler o primeiro volume de As aventuras de Sherlock Holmes que se encaixava em dois desafios da minha tbr: Livro com menos de 200 páginas e livro que se passa em um momento histórico importante. Ele eu li de quinta pra sexta e na própria sexta-feira, eu comecei a ler a minha leitura atual You know me well para o desafio do livro que não sei nada sobre, ele é minha primeira leitura em inglês que não é um livro infantil ou um conto, então estou precisando de ainda mais silêncio para ler, algo que quem me segue lá no Twitter sabe que não tenho muito em casa, logo estou avançando beeeem lentamente. Pra compensar isso, eu reli o conto da Luly Trigo, As Valentinas que li bem rapidinho. Tentei voltar a ler o You know me well, porém ainda não tá rolando, então estou lendo Suzy e as águas-vivas e espero terminar logo, ele se encaixa no desafio do livro comprado pela capa. E sobre a semana a mais, eu não vou participar do 10º desafio, nem adicionar nenhum livro à minha tbr, porque o flop foi muito grande e estou bem longe de terminar a minha tbr. Bem… Essa semana foi equivoca… Porque, bem, eu não li praticamente nada da minha TBR. Tudo começou quando tentei ler A Garota no Trem. Consegui ler um total de 50 paginas, até desistir e querer jogar meu kindle na parede. Agora entendo por que esse livro entrou na categoria de “um livro muito criticado”. Desculpem-me, leitores de plantão, juro que tentei… E a partir daí, desanimei um pouco e passei a reler livros fofos com finais felizes, como Isla e o Final Feliz. Até o título me alegra! Após o período de superação de livros ruins, comecei um livro que realmente estava ansiosa para ler, o lindo e maravilhoso Lyrebird. Só digo que, o enredo está me cativando #S2Laura. Parei Lyrebird no meio da semana para ler Quinze Dias. Vocês devem estar se perguntando, por que não terminou um livro para começar o outro? Bem, caros amigos, estava eu em uma jornada no metrô, com apenas Quinze Dias na mochila e zero de bateria no celular. Então, comecei a ler enquanto não chegava na minha estação… E não consegui parar mais! A boa notícia, terminei Quinze Dias sábado (sim, chorei porque o final é feliz) e pretendo terminar Lyrebird logo logo! A outra boa notícia (porque aqui só tem coisa boa) é que tem mais dias de MLI! Então decidi encaixar A fúria e a Aurora, um livro que já comecei umas 2 vezes e ainda não tive coragem de terminar.

Beijos Mágicos e Beijos na bunchecha!!

Mais da #MLI2017: TBR | 1ª semana

                                                                                                                                                 

E siga o blog nas redes sociais: Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Skoob  |  Pinterest  | We Heart it 

Esquenta + 1ª semana da MLI2017

Equipe Living for Harry

Oi gente!! Hoje, eu e a Lari vamos falar sobre a nossa primeira semana da Maratona Literária de Inverno que começou com um esquenta no sábado (15/07) com 12 horas seguidas de leitura. Também teve os dois primeiros desafios da maratona, o primeiro foi dividido pelos níveis da tbr, mas todos envolviam uma foto relacionada com o livro que estivéssemos lendo e o segundo desafio foi a escolha do nome de um projeto futuro dos organizadores. A Lari participou do primeiro desafio e eu participei do segundo (Torçam por mim!).

Agora vamos falar sobre leituras, afinal, esse é o objetivo da #MLI2017. Comecei (Adriele) a maratona no esquenta que aconteceu no sábado, terminei o segundo livro da série Trono de Vidro, o Coroa da Meia-noite, durante a madrugada do domingo, eu já estava lendo ele antes da maratona começar, então escolhi terminar ele no esquenta para só depois começar a ler os livros da minha tbr. Eu AMEI o livro e acho que essa série só vai melhorar, então estou mega ansiosa para continuar, porém o terceiro livro da série é bem grande e eu fiquei com medo de não dar conta ou pior… Ficar presa em uma ressaca literária. Então abri uma enquete no Amino para decidir que livro leria em seguida. E o vencedor foi… Rufem os tambores… Quinze Dias, do Vitor Martins, um dos curadores da MLI.
Então, comecei meu domingo (Depois de ter dormido), lendo o Quinze Dias para o desafio livro nacional, porém passei o dia fora e a noite ocupada, então li muito pouco. O mesmo aconteceu na segunda, então novamente li bem pouco e só consegui terminar o livro na terça-feira, depois de ter passado muito mal e dormido a tarde quase toda. Pois é, o flop estava segurando minha mão e tapando meus olhos (#DramaQueen). E não, a culpa não foi do livro, porque ele é MUITO bom e muito fofo, se eu tivesse conseguido focar de verdade, teria lido ele em um dia com toda a certeza, mas não tá fácil pra ninguém. Eu falei um pouco dele lá no Amino (me sigam lá na comunidade da MLI: Adriele Silva) e falarei mais em um post futuro.
Na terça a noite, comecei a ler o meu livro atual, o Em algum lugar nas estrelas  para o desafio capa azul (E quase todos os outros desafios da tbr) e estou gostando bastante, mas a minha sinusite continua me atrapalhando, então não progredi muito.


Hoje (sábado), eu li o conto A bailarina, o mar e a lua que eu escolhi pro desafio do livro com pontuação no título e acho que ele melhorou um pouco meu pique terminar a minha leitura atual, então torçam por mim, porque preciso correr atrás do tempo perdido!

Opa opa opa! Vamos falar de coisa boa? Partiu contar o que eu (Larissa) li nessa primeira semana de Maratona de Inverno.
~Primeiramente, li várias receitas de chocolate quente, porque o frio não me deixou sair dos cobertores. Segundamente, achei essa primeira semana super produtiva!~
Bem, comecei meu sábado de Exquenta, terminando de ler Rainbow da M.S. Fayes, um livro bem pouco conhecido que eu acreditava ser ruim… Mas, dentre os dramas e as revoltas adolescentes que o livro traz, Rainbow passou a ganhar um espaço no meu coração, com a sua personagem principal rabugenta e teimosa, que me faz lembrar de alguém muito especial…


Terminei meu sábado… Ou a madrugada do domingo, começando meu primeiro livro da TBR, Entre o Amor e a Vingança (livro que se passe durante um período histórico importante). Um nome dramático para um romance dramático. Infelizmente, minha paixão por romances históricos não alcançou esse livro… Acho que eu não estava na vibe de ler livros desse gênero. Mas, não decepcionai-vos ! Tentarei ler o segundo livro dessa série.
Enfim, domingo foi o Senhor engate da leitura. Terminei meu primeiro livro é comecei Era uma vez mais uma vez (livro nacional). Sobre esse livro: AI MEU DEUS QUE FOFO! Só isso mesmo. Mais alguma informação, vira spoiler.
A semaninha seguiu com Sandman, A pequena livraria dos corações solitários e A carícia essencial.
Sandman (livro com pontuação no título) tem raposas desenhadas, então eu obviamente adorei! A pequena livraria dos corações solitários (livro que você comprou pela capa) fez parte do primeiro desafio da Maratona e foi um dos livros que mais demorei para ler (uns 3 dias), não porque a história seja chata (Tem a palavra livraria na capa, não pode ser chato!), mas porque a minha semana foi bem corrida.
Quinta-feira acabou com A Carícia Essencial (livro com menos de 200 páginas). Um livro de auto-ajuda que, a princípio, pensava ser bem entediante, mas a leitura é bem leve e te faz pensar nas sua atitudes para com os outros (Moça dona do blog Adei deveria ler…).


Deveria ter dado continuidade na TBR… Mas ganhei o Garoto do Cachecol Vermelho e acabei dispersando um pouquinho… Por enquanto não tenho opinião concreta sobre esse livro, mas compartilharei minha opinião futuramente.

Beijos Mágicos e Beijos na bunchecha!!

Mais da #MLI2017: TBR

                                                                                                                                                 

E siga o blog nas redes sociais: Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Skoob  |  We Heart it  | Pinterest

Porque você é o melhor…

Adriele E. da Silva

Você sempre vai achar que é menos do que eu mereço ou outras coisas do mesmo tipo e eu quero te dizer que não. Você é mais do que eu mereço e é tudo que eu preciso. Eu sei que às vezes pensamos que não somos suficientes para as pessoas que amamos, mas isso não é verdade, afinal se elas nos amam é porque somos sim suficiente. E com você isso não é diferente, você é o suficiente pra mim e é tudo que eu quero e vou te falar o porquê. Porque você é o melhor pra mim…

O melhor em estar ao meu lado, quando ninguém mais está;
O melhor em dizer as coisas certas em todos os momentos;
O melhor em fazer eu acreditar em mim mesma, sempre que preciso;
O melhor em me fazer sorrir e ver que vale a pena sim viver;
Você é o melhor em me fazer perceber o quanto a vida é linda, mesmo com todas as coisas ruins e é o melhor em me fazer entender que essas ruins vão passar;
Você é o melhor em fazer com que eu queira ser uma pessoa melhor, em todos os sentidos;
Você é o melhor em me fazer pensar em uma única pessoa a maior parte do meu dia;
Você é quem tem o melhor abraço, o melhor cafuné e as melhores palavras de conforto, tudo que preciso quando estou mal;
Você que tem o melhor sorriso que faz com que eu sonhe acordada, desejando ser o motivo dele;
Você é quem tem o melhor lugar do mundo pra mim, aquele em que existe apenas nós dois, acima de todos os problemas e de todas as pessoas que tentam nos separar;
Você tem o melhor olhar, porque são seus olhos que fazem meu coração acelerar um pouco todos os dias;
Você é o melhor amigo que eu poderia desejar ter, porque você é companheiro, sincero e fiel;
Você é o melhor em não desistir de mim, até mesmo nos momentos em que até eu já desisti;
Você é o melhor em fazer eu me sentir amada, porque foi com você que eu realmente aprendi como é se sentir assim;
Você é o melhor namorado do mundo, porque mesmo com todos os problemas do mundo, eu sei que sempre vou ter você.
E eu quero que você saiba que também vai me ter sempre e que eu quero, todos os dias, mostrar o quanto você é especial e importante pra mim, o quanto você é o melhor namorado do mundo todo, mesmo nos momentos em que eu disser o contrário.

Te amo!

Apresentando o mês das Graphic Novel

Adriele E. da Silva

Oi gente! Abril está começando e com ele espero que venham muitas energias boas e ideias maravilhosas, tanto pra mim quanto pra vocês, e pra entrar nesse clima especial, resolvi fazer algo diferente aqui no blog. Quem acompanha blogs e canais por aí, sabe que abril é o mês das postagens diárias o famoso VEDA/BEDA, mas acho que não me organizei direito pra participar esse mês, só que isso não significa que não teremos muitos posts por aqui, então decidi fazer um mês temático e o tema é, como deu pra perceber pelo titulo, Graphic Novel. Dedicarei todos os posts, tirando o especial de Páscoa e os posts normais de final de mês, às Graphic Novel, teremos posts de lista, resenhas e muito mais. Se vocês quiserem algum post especial, podem deixar nos comentários desse post ou lá na fan page do blog!

E é isso por hoje, pessoal. Só uma apresentação e um post especial pra vocês fazerem pedidos.

Beijos Mágicos!!

                                                                                                                                                      

Siga o blog nas redes sociais: Twitter  |  Facebook  |  Instagram  |  Skoob  |  We Heart it  | Pinterest